Pages

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

OSCARS 2O17 — Um Desfecho Insólito


Com um desfecho digno de uma novela mexicana, a 89ª Edição dos Óscares teve um momento à la Miss Universe ao anunciar erradamente a vitória de La La Land como "Melhor Filme", em vez de Moonlight. Que amadorismo.

Confirmando as expectativas, o musical que entrou para a história como um dos filmes mais nomeados de sempre (14), ganhou 6 estatuetas, incluindo "Melhor Actriz" (Emma Stone), "Melhor Realizador" (Damien Chazelle), "Melhor Fotografia""Melhor Banda Sonora" e "Melhor Canção Original" (City of Stars). A partir do momento em que anunciaram a ausência da Portman tive a certeza que a vitória seria da Emma. Se merecia mais que a Natalie (Jackie) ou a Isabelle Hupert (Elle)? Não. Mas não deixa de ser uma prestação muito comovente e sincera. Além do mais, a humildade que teve no discurso de aceitação fizeram-me gostar ainda mais dela.

Moonlight ficou com três Óscares. Além do melhor filme, ganhou o previsível e merecido troféu de "Melhor Actor Secundário" (Mahershala Ali), e ainda "Melhor Argumento Adaptado". Se bem se recordam, La La Land e Moonlight ocuparam as duas primeiras posições, respectivamente, na minha lista de melhores longas-metragens de 2016. Portanto sim, estava a torcer com todas as forças pela produção dos "loucos sonhadores", fiz uma festa quando anunciaram a vitória e fiquei destroçado com a vergonha que passaram em palco a seguir. 

Por muito que adore a obra de Barry Jenkins, para mim a do Chazelle merecia mais. Pode não tratar um tema tão dramático ou sério como o principal rival, mas mexeu imenso comigo. Basta lerem a minha crítica ao filme para perceberem como fiquei "afectado" por esta obra. Não tenho qualquer dúvida que em outros anos, sem a sombra da política de Donald Trump a pairar sobre o mundo, La La Land teria varrido a competição ao estilo de Titanic, e levar 11 Óscares para casa. 


Nas restantes categorias de representação, o predador sexual Casey Affleck venceu o Óscar de "Melhor Actor" por Manchester By The Sea  para meu desagrado e da Brie Larson (vencedora do Óscar de "Melhor Actriz" por Room, no ano passado), que ao longo da award season não escondeu a cara de desprezo ao anunciar consecutivamente o nome dele , enquanto a fantástica Viola Davis foi considerada a "Melhor Actriz Secundária" pelo seu papel em Fences. Após três nomeações, até que enfim a actriz norte-americana foi distinguida pela Academia. Como referi na minha review, Fences pode não ser a longa-metragem mais memorável, mas deveria servir como um manual de representação por parte dos protagonistas. A meu ver, Denzel foi roubado.

No departamento de animação não houve surpresas com Zootopia a ganhar o prémio de "Melhor Filme"  é bom, mas Kubo and the Two Strings é uma obra-prima  e Piper o de "Melhor Curta-Metragem". Hacksaw Ridge venceu nas categorias de "Melhor Edição" e "Melhor Mistura de Som"; Arrival "Melhor Edição de Som".

Os "Melhores Efeitos Visuais" foram para o justo vencedor, The Jungle Book; Fantastic Beasts & Where To Find Them foi considerado o filme com o "Melhor Guarda-Roupa"  preferia Jackie —, enquanto "Melhor Cabelo & Maquilhagem" para o terrível Suicide Squad. Sim, aquele dejecto cinematográfico venceu um Óscar e o brilhante Lion ou o marcante Jackie saíram de mãos a abanar. Sem palavras.


Como não podia deixar de ser, as referências políticas ao longo da gala foram constantes e bastante inteligentes. O anfitrião Jimmy Kimmel lançou farpas a Trump ao longo das suas intervenções, chegando mesmo a enviar-lhe duas mensagens pelo Twitter, a perguntar se estava acordado e a avisar que a Meryl Streep dizia "Olá"  recordo que o Presidente dos EUA tem um longo historial de criticar a cerimónia e mais recentemente disse que a Streep era uma actriz extremamente sobrevalorizada. #byefelicia.

Os autores de Moonlight recordaram a luta da principal associação de Direitos Civis, a ACLU (representada por aquele lacinho azul que algumas celebridades usavam ao peito), que está a tentar impedir as ordens executivas de Donald Trampa nos tribunais, e o actor Gael Garcia Bernal, enquanto mexicano e latino, afirmou ser contra qualquer tipo de muros.

Ainda assim, quem calou tudo e todos foi a declaração lida por uma cientista iraniana residente nos EUA em nome de Asghar Farhadi. Vencedor do segundo Óscar na categoria de "Melhor Filme Estrangeiro" com The Salesman  anteiormente por A Separation (2012)  o realizador não esteve presente por respeito a todos os cidadãos das seis nações impedidas de entrar nos Estados Unidos devido a "uma lei inumana". Momento que mereceu uma das várias ovações da noite.

Nesta linha de pensamento, aquando da entrega do prémio para a "Melhor Curta-Metragem Documental", The White Helmets, o realizador Orlando von Einsiedel leu uma declaração de mais um ausente, o líder dos capacetes brancos sírios, lembrando os civis salvos pela sua organização e apelando à paz no mundo.

De uma maneira geral, adivinhei mais de metade dos vencedores, concordei com uns, discordei com outros, mas não posso negar que foi das melhores edições dos últimos anos. Reparei foi numa coisa. É o terceiro ano consecutivo que o meu filme favorito perde para o "querido da crítica"  Boyhood perdeu para Birdman em 2014, Mad Max: Fury Road para Spotlight no ano passado, e agora La La Land para MoonlightENOUGH! Só queria era que também chovessem doces, bolachas e donuts em cima de mim. A boy can only dream.

Melhor Filme
Vencedor: La La Moonlight
PREVISÃO: MOONLIGHT
PREFERIDO: LA LA LAND

Melhor Actor
Vencedor: Casey Affleck - Manchester By The Sea
PREVISÃO: CASEY AFFLECK
PREFERIDO: DENZEL WASHINGTON (Fences)

Melhor Actor Secundário
Vencedor: Mahershala Ali - Moonlight
PREVISÃO: MAHERSHALA ALI
PREFERIDO: MAHERSHALA ALI 

Melhor Fotografia
Vencedor: La La Land 
PREVISÃO: MOONLIGHT ou SILENCE
PREFERIDO: MOONLIGHT ou LA LA LAND

Melhor Filme Animação
Vencedor: Zootopia
PREVISÃO: ZOOTOPIA
PREFERIDO: KUBO & THE TWO STRINGS e ZOOTOPIA

Melhor Documentário
Vencedor: O.J. Made in America
PREVISÃO: O.J. MADE IN AMERICA

Melhor Realizador
Vencedor: Damien Chazelle - La La Land
PREVISÃO: DAMIEN CHAZELLE ou BARRY JENKINS
PREFERIDO: DAMIEN CHAZELLE e BARRY JENKINS

Melhor Actriz
Vencedora: Emma Stone - La La Land
PREVISÃO: EMMA STONE ou NATALIE PORTMAN
PREFERIDA: ISABELLE HUPPERT, NATALIE PORTMAN e EMMA STONE

Melhor Actriz Secundária
Vencedora: Viola Davis - Fences
PREVISÃO: VIOLA DAVIS
PREFERIDA: VIOLA DAVIS e NICOLE KIDMAN (Lion)

Melhores Efeitos Especiais
Vencedor: The Jungle Book
PREVISÃO: THE JUNGLE BOOK
PREFERIDO: THE JUNGLE BOOK

Melhor Canção
Vencedor: City os Stars - La La Land
PREVISÃO: CITY OF STARS
PREFERIDA: CITY OF STARS e AUDITION (La La Land)

Melhor Filme Estrangeiro
Vencedor: The Salesman
PREVISÃO: THE SALESMAN
PREFERIDO: TONI ERDMANN

*A lista completa de vencedores e nomeados AQUI.


Viram a gala dos Óscares? Os vossos favoritos venceram?

11 comentários:

  1. Foi sem duvida das melhores edições dos ultimos anos. A cerimónia correu na perfeição excepto a entrega do último Oscar que foi um fiasco total. Eu cá estava mesmo a torcer por Moonlight. Mas ver a equipa de La La Land em cima do palco a festejar e a agradecer e depois acontecer aquilo... Foi muito mau...
    Ainda assim fiquei satisfeita por Moonlight ter vencido acho que é sem dúvida um filme incrível.

    ResponderEliminar
  2. Não acho que La La Land devia ter ganho mais que Melhor Canção... que insulto aos grandes filmes nomeados este ano!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um insulto é dizeres isso de um filme tão bom como "La La Land". Apreciando ou não o género, há que saber ver que se trata de uma produção incrível e bastante completa.

      Eliminar
  3. Ah como também queria doces chovendo em cima de mim! rs. Essa edição ainda vai dar o que falar... Achei uma tremenda falta de respeito o que fizeram o pessoal de La La Land passar.

    rasgadojeans.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Quando soube da ausência da Natalie deduzi imediatamente que não ia ganhar o oscar. Sou da mesma opinião que tu, que a Emma não mereceu tanto quanto a Natalie que fez um papel soberbo mereceria but oh well, que é que se há-de fazer?
    A cara da Brie Larson foi exatamente a que eu faria e continuo sem perceber como é que a Academia acha normal nomear um homem que tem processos em tribunal por ser um depravado e tarado. Não se entende E AINDA POR CIMA TORNA-LO VENCEDOR... a sério, eu fico maluca com estas coisas! x

    E. ♥ Meet me for Breakfast

    ResponderEliminar
  5. Eu não vi os Oscars por isso obrigada por este post com os vencedores ahah

    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar
  6. ainda nao vi o la la land por isso nao posso ja ter uma opiniao formada mas confesso que o hype todo ja irrita um pouco maas no entanto fiquei supreendida por ele nao ter ganho! (e aquele final foi tao hilariante mas fiquei com pena do warren ahah)
    tb acho que o lion devia ter ganho algo!
    e adorei as piadas todas em torno do matt damon, ahaa o jimmy estava on fire.

    no entanto no meio de uma cerimonia e peras, a maior desgraça foi mesmo : como raio o suicide squad ganhou um oscar?! HOWW!?

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Foi uma gala muito interessante e muito emotiva também.. Concordo que La la Land é uma enorme produção, mas confesso que o seu argumento não me conquistou por completo, e por isso fiquei muito feliz com a vitória do Moonlight. De resto também consegui de uma forma ou de outra acertar a maioria dos vencedores..

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...