Pages

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

A Blogosfera estagnou?


Os últimos meses têm sido complicados no que toca a conseguir conciliar trabalho, desgaste e a minha presença online. Enquanto seres humanos e criativos, todos os anos passamos por períodos de crise imaginativa que, consequentemente, nos impedem de escrever o que quer que seja. Juntem a isso uma dose astronómica de preguicite aguda e está o caldo entornado. No passado, referi várias vezes que sofro bastante deste problema e a tendência tem sido piorar. Até ao momento, esta é a maior crise de procrastinação que alguma vez atravessei.

Não querendo apontar dedos a um problema que é meramente interno, existem factores exteriores que também não ajudam à festa. Um deles é a direcção que a blogosfera em geral está a tomar. Pode ser impressão minha mas... o factor novidade perdeu-se. Dou por mim a ler uma constante reciclagem de coisas já escritas, criadas, feitas. Não tenho sentido aquela curiosidade em abrir este e aquele post porque já sei perfeitamente o que vou encontrar, mais do mesmo. São rubricas-clone que nascem mas com um título e número diferente de "coisas" em observação, são os mesmos locais gastronómicos a visitar, as mesmas exposições, os mesmos filmes, os mesmos produtos de cosmética. Bah!

Sei que pode ser uma observação injusta, mas permitam-me que constante um facto que também se aplica a mim. Ao fim ao cabo, sou parte activa nesta problemática e tenho plena consciência disso. Por outro lado, é precisamente por isso que sempre tentei intercalar as ditas publicações em "cadeia" com outras mais aleatórias, por vezes com a sua pitada de wtf. É preciso inovar, sair da zona de conforto e explorar outros caminhos, temas, experiências. Sim, isto é tudo muito bonito mas na prática nem sempre é possível, especialmente se tiverem uma página direccionada a um só público-alvo. Contudo, é algo que estou a tentar com todas as forças aplicar de modo a não vos maçar com tretas.

Cada vez mais o tempo é precioso e ninguém merece desperdiçá-lo a ler um jornal com notícias do mês passado.

11 comentários:

  1. Não acho que a blogosfera esteja a estagnar. É certo que existem muitos blogs por aí que só escrevem cópias de posts que já foram feitos, que fazem aquilos típicos e irritantes posts do " bom dia, hoje bla bla", mas também existem muitos blogs inovadores, com conteúdo original e cativante. Se tens essa sensação, podes estar a seguir os blogs errados. Eu sigo fielmente o Infinito Mais Um, Bobby Pins, Thirteen, A Dupla Face da Joana, Lyne... São alguns exemplos de blogs inspiradores, que não parecem estar a estagnar, muito pelo contrário :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também sigo esses blogs todos mas isso não invalida que a blogosfera esteja "estagnada". É uma generalização e, como tal, existem sempre excepções como é óbvio :)

      Eliminar
  2. Não podia estar mais de acordo! Tenho debatido muitas vezes este tema com outros bloggers e é um bocadinho desmotivador quando estás sempre a ler as mesmas coisas, as mesmas opiniões, as mesmas rubricas. Mas ainda há pessoas com vontade de fazer coisas diferentes e isso é o que me faz não desistir completamente... se eles conseguem então também hei-de conseguir! :)


    A Sofia World

    ResponderEliminar
  3. Também sinto um bocado isso. Todos os posts que vejo são muito parecidos, as marcas que aparecem por aí são as mesmas, os produtos os mesmos em todo o lado. É estranho, não sei.

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  4. Recordo-me de uma outra blogosfera, não tão pensada. Mais natural.
    Gostava de ler diários online, que eram no fundo o que permanecia. Recordo-me de várias pessoas que entretanto cederam e fecharam os seus cantinhos.

    No entanto, tenho vindo a descobrir novos blogues portugueses que acho realmente interessantes!

    ResponderEliminar
  5. Identifico-me totalmente contigo. Sinto que cada vez mais a originalidade e autenticidade dos blogueres está-se a perder. Se sentes que não estás 100% confortável em escrever não existe problema, afinal um blog não deve ser uma obrigação mas sim uma plataforma onde possas escrever com dedicação e gosto. Contínua com o teu ótimo trabalho ;)

    ResponderEliminar
  6. é como dizes: é uma generalização. Há blogs muito bons e há blogs que nem deviam escrever! http://www.americanish.blog/

    ResponderEliminar
  7. Concordo, e apesar de concordar tenho a dizer que já fui um desses blogs... Ou melhor, estou a adaptar-me. É complicado quando começas um blog e queres ter a tua própria imagem, no entanto inspiras-te nos outros e acabas por ficar parecido a todos os outros. É preciso tentar marcar a diferença e isso consegue-se perceber nos detalhes mais minimalistas, eu penso assim.
    Gostei muito do teu blog, já sou seguidora!

    Beijinho,

    Facebook
    BLOG - VOCHEL
    Instagram

    ResponderEliminar
  8. O que se passa é que toda a gente está a trabalhar para as mesmas marcas, com as mesmas exigências e condições. As pessoas passaram a estar mais preocupadas em ser patrocinadas do que em serem fiéis a si mesmas. E depois há uma série de outros factores, como o facto de posts diferentes não trazerem tantas views, tantos comentários e tanta interação. E isso desmotiva. Há também uma grande sobrecarga na blogoesfera, o que faz com que haja alguma dificuldade em criar conteúdo original quando tanto conteúdo está a ser produzido simultaneamente.

    ResponderEliminar
  9. Concordo contigo mas não acho que seja uma coisa de agora. A blogosfera no geral já estagnou há alguns anos a partir do momento em que as pessoas começaram a associar que ter um blogue é meio caminho para receber coisas. E se os blogues entram exclusivamente por aqui perdem qualidade, porque não existe paixão, não existe aquela comichão nos dedos para partilhar, existe sim algo automatizado que se faz para se conseguir algo em troca. O que eu acho é que a blogosfera está menos genuína. Felizmente ainda existem excelentes blogues que fazem um trabalho incrível e eu procuro ser bastante selectiva no que leio, mas no geral este problema já vem de há muito tempo. As pessoas escrevem por obrigação e não por paixão e esta sempre foi uma máxima que defendi, quando não me fizer sentido, quando sentir que olho para o blogue como o frete paro o tempo que tiver de parar até me voltar a apaixonar. E por isso é que em 7 anos já parei imensas vezes (uma delas 1 ano). Se a maioria das pessoas que não escreve por paixão fizesse este exercício de deixar de o fazer para ver se sente realmente falta talvez os blogues começassem a ter mais qualidade. Agora quando o fazes em modo copy paste não se pode esperar grande coisa :)

    De qualquer forma continuo a ter muita fé na blogosfera porque apesar de tudo há projectos maravilhosos :)

    beijinho

    Vânia
    Lolly Taste

    ResponderEliminar
  10. Compreendo-te e em parte também me sinto parte do fenoómento como leitora e blogger. No entanto, de certo ponto de vista, e sem esquecer a importância da originalidade, será normal que se seguimos m nº de blogs com que nos identificamos que eles tenham coisas em comum.

    Por outro lado, como leitora o que faço é explorar novos blogs, pois não são necessariamente os mais reconhecidos, partilhados e os que fazem parte da nossa rede de sempre que nos vão apresentar coisa novas. Como blogger tento sempre dar uma perspetiva fresca às coisa, muito pessoal. Mesmo que depois note que o conteúdo foi mastigado em grande parte da blogosfera. eu trinquei-o de forma diferente.

    ResponderEliminar

Obrigado pela leitura e comentário!
Eventuais questões serão respondidas aqui, na respectiva publicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...